sábado, 26 de novembro de 2016

Kit Ursinho - Fraldinha de boca

Kit de fraldinhas de boca. Destaque para os três ursinhos em bordado eletrônico. Medidas: 35x35cm. Aceito encomendas. Personalize o enxoval do seu bebê ou dê de presente uma linda lembrança feita especialmente para quem você ama!

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

CLAUDIA PATCHWORK NO ELO7 - POLÍTICA DE VENDAS

Nossa política de vendas:



Seja bem vinda à Claudia Patchwork.

* Todas as peças são confeccionadas com matéria prima de qualidade e tecidos 100% algodão. 
* A confecção do pedido terá início após a confirmação do pagamento.
* Peças de pronta entrega somente serão enviadas após a confirmação do pagamento.
* Tecidos, aviamentos e peças de acabamento poderão sofrer alteração de acordo com a disponibilidade de material no momento da confecção.
* Para garantir o uso de algum material específico, a solicitação deverá ser feita no momento do pedido e deverá ser aguardada a  confirmação.
* Os pedidos não confirmados em 7 dias serão cancelados e novo pedido deverá ser 
feito caso ainda haja interesse.

PEDIDOS VIA E-MAIL.

E-mail para contato: 
claudiapatchwork@hotmail.com

Telefones para contato: 
(21) 3486-1965 / (21) 974538412


Para  solicitar o cálculo do frete é só informar o CEP e QUANTIDADE por email ou nos comentários
                        
Desde já agradeço sua visita, fique à vontade para passear pela minha loja e volte sempre.

Att,
Claudia Patchwork.

CLAUDIA PATCHWORK - QUEM SOMOS...

Saiba quem somos:

   Trabalho com artesanato desde 1998. Primeiramente bordando  em ponto cruz o enxoval da minha segunda filha, a Júlia. Morando em Balneário Caboriú, fora da minha cidade natal, o Rio de Janeiro, e longe da minha família., encontrei no artesanato, além de um passa tempo, uma terapia para meus dias de saudade.
   Com o passar dos anos, fiz um pouco de tudo, tudo mesmo!!!!  Mas me apaixonei pelo patchwork e encontrei nele minha verdadeira vocação, apesar do meu marido afirmar categoricamente que é um vício! Rsrsr
   E assim fiz do meu prazer minha fonte de renda! O que eu mais poderia querer? O artesanato me proporciona um enorme prazer, trabalhar em casa e cuidar da casa e dos meu filhos!
   Cada peça confeccionada é feita especialmente para cada pessoas e coloco nela toda minha felicidade e todo meu carinho. Espero que vc ao receber uma peça minha se sinta uma pessoa especial. Por que é isso o que sinto ao entregar uma trabalho, que quem vai receber é muito especial para mim. 
Beijos,
Claudia Patchwork.

segunda-feira, 1 de junho de 2009

Micro empreendedor individual.

O que é MEI?

A criação da figura do Microempreendedor Individual – MEI foi estabelecida pelo Projeto de Lei Complementar (PLC) 128/2008. MEI é o empresário individual, sem sócios, optante pelo Simples Nacional e com receita bruta anual de até R$ 36.000,00. São autônomos e ambulantes, que normalmente não pagam tributos, mas não têm direitos previdenciários ou os benefícios de quem está na economia formal. Segundo avaliação do Sebrae, a criação do Microempreendedor Individual pode beneficiar cerca de 10,3 milhões de negócios informais existentes no País.

Quem optar por ser Microempreendedor Individual fará o recolhimento dos impostos e contribuições em valores fixos mensais, independente da receita bruta mensal. Conforme regulamentado pelo Comitê Gestor da Redesim, também criado pelo projeto, os valores serão:

* R$ 45,65, referente a contrinuição para a previdência social;
* R$ 1,00, referente ao ICMS, caso seja do setor de comércio;
* R$ 5,00, referente ao ISS, caso seja contribuinte;
* R$ 12,45, caso tenha um empregado.

Ao recolher os valores acima, o Microempreendedor Individual tem direito a aposentadoria por idade, licença maternidade e auxílio doença. Está dispensado de contabilidade e pode ter um empregado. Está previsto um sistema muito simplificado de registro e a cobrança do pagamento mensal em conta de luz, água ou similar.

O projeto começa a valer em 1º de julho de 2009 e será de âmbito nacional. Até lá, vários dispositivos da lei serão esclarecidos através de regulamentação.

sexta-feira, 29 de maio de 2009

HISTÓRIA DO QUILT E DO PATCHWORK



O QUE É QUILT E PATCHWORK

O patchwork e o quilt são trabalhos feitos geralmente com retalhos de tecido.

O patchwork consiste em unir retalhos, formando combinações de cores e desenhos.

Os trabalhos de patchwork podem ser desenvolvidos com a utilização de diversas técnicas e, geralmente, utilizam manta acrílica para criar um efeito acolchoado.

Para o arremate dos trabalhos de patchwork, utiliza-se pespontos largos, mais conhecidos como quilt.

O quilt é uma espécie de alinhavo, usado para criar efeitos de relevo nos trabalhos de patchwork ou em acolchoados. O quilt pode ser feito à mão ou com a máquina de costura.

Com algumas técnicas e um pouco de imaginação, é possível criar trabalhos maravilhosos em patchwork e quilt. Você pode fazer colchas, almofadas, painéis, roupas, etc. O patchwork é muito mais que uma arte, é uma terapia.

O SURGIMENTO DO QUILT E PATCHWORK

O patchwork e o quilt são trabalhos manuais muito antigos. As primeiras evidências desse tipo de trabalho são muito antigas, há registros de 3400 A.C.

No Egito antigo, os faraós já utilizavam roupas feitas de sobras de tecidos, para serem usadas sob as armaduras de ferro e colchas.

Na idade média, o patchwork e o quilt se espalharam pela Europa (Inglaterra, Itália, França e Alemanha). Os peregrinos ingleses, que fugiram das perseguições religiosas, trouxeram o patchwork e o quilt para a América.

Nessa época, as mulheres eram obrigadas a fazer trabalhos manuais (para evitar que o "demônio" entrasse em suas mentes) e só podiam sair de casa para ir à igreja ou às reuniões de quilteiras. Com o tempo, essas mulheres passaram a planejar as peças antes de costurar e, assim, o patchwork deixou de ser uma atividade apenas utilitária e passou a ser uma forma de expressão. Todas as mulheres, antes de se casar, deveriam fazer 12 trabalhos (um para cada mês do ano).

A partir de 1846, com a invenção da máquina de costura doméstica, o patchwork e o quilt passaram a ser feitos à mão e à máquina.

Após a 2a. Guerra Mundial, as mulheres começaram a sair de casa e a trabalhar fora. Durante algum tempo, o patchwork e o quilt ficaram esquecidos.

Na década de 70, com o movimento hippie, o artesanato voltou a ter destaque. Desta forma, o quilt e o patchwork ressurgiram com força total.

As máquinas de costura evoluíram, surgiram acessórios especiais para o patchwork e o quilt (réguas, cortadores) e as técnicas foram aperfeiçoadas. A indústria têxtil passou a desenvolver estampas e cores especiais e o patchwork invadiu as coleções de estilistas famosos e as passarelas.

Hoje, o patchwork e o quilt são uma arte, que pode ser aplicada na moda, em casa, onde sua imaginação quiser.

O PATCHWORK NO BRASIL

No Brasil colonial e imperial, o quilt e o patchwork eram atividades limitadas aos escravos, que usavam retalhos das roupas de seus senhores para a confecção de cobertas e roupas. Somente com a chegada dos imigrantes o patchwork começou a ser mais difundido.

Hoje, há muitas escolas que ensinam as técnicas e o patchwork é um sucesso.